E-mail do Wagner Peres

Imprimir
Categoria: HRT
Criado em Quarta, 16 Janeiro 2013 Escrito por Lucas Amorim

Fonte: fuster21 do fórum ADVFN

Sonda na area

Acabo de receber do WP o email que segue. Uma vez mais tenho que tirar o chapeu para o cara: gentil, cortez, trabalhador e ultra capacitado; ainda bem que temos figuras assim na HRT.

_

Caro Rafael.

Obrigado pelos comentarios positivos, como disse para voce antes, estamos trabalhando muito e com dedicacao para construirmos uma companhia solida que todos nos um dia vamos nos orgulhar por ter sido parte desta jornada.

Respondendo suas perguntas: 

(1): O portfolio de prospectos que a HRT tem na Namibia nao e' facil de ser encontrada em nenhum outro lugar no mundo a nao ser pelo o pre-sal da Bacia de Santos. Portanto, estamos esperacosos que vamos alcancar os resultados que todos esperam. No entanto, uma vez mais, e' importante dizer que, apezar da excelente qualidade dos prospectos, nao existe uma garantia absoluta de vamos encontrar petroleo. Este e' o risco natural da exploracao de oleo e gas.


(2) Apenas duas perfuracoes ja foram realizadas na Bacia de Walvis e elas foram feitas em area de aguas mais razas e com apoio de dados sismicos 2Ds. Os prospectos da HRT sao muito superiores em qualidade, estap apoiados por dados 3Ds de excelente qualidade e possuem analogias excepcionais com campos gigantes da Bacia de Campos.


Somente para te informar, esta previsto para recebermos a sonda na semana que vem. Portanto, a hora de perfurar nossos pocos esta chegando. Levaremos 22 dias para transportar a sonda para a Namibia, depois ela passara por uma revisao tecnica que levara pelo menos 21 dias e, entao, daremos inicio as perfuracoes de nossos pocos em torno do final de fevereiro, comeco de marco.


Um grande abraco,


Wagner E. Peres

President

HRT America Inc.

 

Mais alguns dados do Wagner; direm suas conclusões. Eu já tirei as minhas


Caro Wagner,

Desculpe por importuna-lo, mas, o se senhor me permite, gostaria de fazer as seguintes indagações adicionais:
1) 1) Pelo prazo de contrato da sonda, creio não que haverá tempo para teste de formação, em caso de descoberta. Esta afirmação é correta? Não há mesmo intenção de realizar TF em caso de descoberta?
2) 2) No Brasil, há a obrigação legal, de acordo com a ANP, de noticiar a descoberta de hidrocarbonetos em 72 horas, se não estou enganado. Como as atividades da HRT na Namibia não estão sob jurisdição da ANP, qual o protocolo que a empresa seguira para noticiar eventual descoberta? Haverá reports parciais, conforme zonas de interesse sejam adentradas?
3) 3) Em caso de descoberta, qual o nível de disclosure que o acionista pode esperar? Net pay, API, termoporosidade?
4) 4)Tendo em vista o exíguo prazo para o inicio das perfurações (+ ou – 43 dias), ainda é factível a conclusão do segundo farm-out?
Muito obrigado pela atenção.

Forte abraço,

Rafael

----

RESPOSTAS:

Rafael,

Aqui estao as respostas as suas perguntas:

1. Em projetos offshore e em areas de fronteira exploratoria como e’ a Namibia, de um modo geral, nao se testa em fluxo de poco revestido (DST) o primeiro poco que e’ perfurado. Portanto, a HRT nao executara um DST em caso de descoberta em Wingat e/ou em Murombe. A razao e’ simples, os investimentos requeridos para preparar a sonda para este tipo de teste sao muito altos e nao se justifica faze-los enquanto nao tivermos certeza absoluta que temos oleo em nossos projetos. Uma vez feita a descoberta, dai por diante, os preparativos serao feitos e todos testes necessaries serao executados.
2. Voce esta correto em relacao aos procedimentos da ANP, os quais nao existem na Namibia. A HRT nao divulgara resultados parciais de nenhum de seus pocos devido ao alto risco das informacoes nao estarem completas antes do termino do poco. Temos um respeito muito grande pelos nossos investidores e nao podemos correr o risco de passar informacoes que possuem alta probabilidade de serem modificadas quando as operacoes estiverem encerradas. Portanto, por precipio de boa governanca, nao emitiremos nenhuma nota ao Mercado para divulgacao de informacoes parciais dos pocos que perfuraremos.
3. Em caso de descoberta, voce esta correto, divulgaremos todos os resultados encontrados no poco exceto previsao de vazao diaria, a qual sera aferida quando executarmos o DST em uma data futura.
4. Sim. Estamos trabalhando com afinco nesta direcao e enquanto nao perfurarmos os objetivos no poco estaremos aberto a negociacoes com potenciais socios.
Te agradeco pelo apoio e confianca no nosso trabalho e em nossa HRT. Como te disse anteriormente, nao podemos garantir que encontraremos oleo na Namibia, mas posso te garantir que se existir oleo em nossos blocos Namibianos, nos o encontraremos. Temos um time excepcional de profissionais e temos experiencia para fazer um trabalho igual ou melhor do que qualquer outra companhia de oleo e gas.

Um grande abraco,

Wagner E. Peres
CEO & President


Smileys

:confused::cool::cry::laugh::lol::normal::blush::rolleyes::sad::shocked::sick::sleeping::smile::surprised::tongue::unsure::whistle::wink:

 1000 Characters left

Antispam Refresh image Case insensitive

Copyright 2011. Joomla 1.7 templates try out productie boltari beton. Custom text here